Lojas Virtuais: 8 erros comuns

Conheça os 8 erros mais comuns no caminho do sucesso de lojas virtuais

No Brasil, 60% das lojas virtuais fecham antes de completar um ano de vida. Por que isso acontece e como evitar?

A seguir, compilamos os 8 erros mais comuns que levam ao insucesso de um empreendimento de vendas online (lojas virtuais).

1. Falta de Planejamento

Planejar nunca foi o forte do empreendedor brasileiro. Talvez seja essa a causa do fracasso para cerca de 53% das micro e pequenas empresas nos 3 primeiros anos de vida (SEBRAE). É altamente improvável o sucesso de um empreendimento sem um cuidadoso planejamento prévio. Planejamento começa com um bom “plano de negócios” que deve, pelo menos, responder as seguintes questões: O que vou vender? Por quanto? Para quem? Quem é o meu concorrente? Como vou divulgar? Qual o meu diferencial competitivo? Quais as ameaças, riscos e oportunidades do negócio? Quanto gastarei para iniciar o negócio (loja virtual) e quanto vou precisar para dar continuidade?

2. Falta de Foco

Lojas virtuais não devem tentar vender de tudo para todo mundo. Deixe isso para as grandes lojas virtuais, gerenciados pelos grandes players. Lembre-se que a internet é um mercado totalmente diferente de uma loja física e que a base potencial de clientes é infinitamente maior. Procurar se especializar em um segmento específico é uma boa idéia. Na internet, uma pequena fatia de mercado pode representar milhares, ou até mesmo milhões de consumidores para a sua loja virtual. Mantenha o “foco”.

3. Falta de mão-de-obra qualificada em e-commerce, com experiência em lojas virtuis

Não basta saber navegar na internet, é importante conhecer o “gerenciamento de e-commerce”, marketing digital, ferramentas de otimização, monitoramento de trafego, familiaridade com as ferramentas de administração de lojas virtuais. Estude, leia, faça cursos e procure ajuda especializada.

4. Falha na promoção

Imagine uma loja em rua movimentada, cheia de produtos nas prateleiras, mas com as portas fechadas. Lojas virtuais sem divulgação são iguais. Se ninguém consegue encontrar, ninguém irá comprar. Otimizar a loja virtual para mecanismos de busca (Google etc), fazer uso de links patrocinados, perfis em redes sociais, e-mail marketing responsável, divulgação em outros sites e blogs, assessoria de imprensa, etc.

5. Falta de Planejamento Logístico

Um assunto delicado que acaba rendendo 80% dos desconfortos e demandas jurídicas entre a loja virtual e o consumidor. É bom preparar um planejamento de maneira atenciosa e detalhada do seu sistema de lojística, política de trocas etc. para evitar eventuais transtornos. É importante deixar claro as opções de entrega, prazos, devoluções etc.

6. Fraudes

Sim, lojas virtuais estão susceptíveis a fraudes, principalmente na venda com cartões de crédito. Isso poderá acarretar um grande prejuízo à sua loja virtual. Utilize portais e sistemas especializados em meios de pagamento online que realizem o processamento de cartões de crédito. Tais portais provém sistemas antifraude que conferem mais segurança nas transações. É mais barato, rápido e seguro do que implementar sistemas próprios de transação.

7. Falta de Monitoramento

Muitas lojas acabam fracassando, dvido à administração ineficiente. É imperativo monitorar e analisar os acessos, quantificar resultados de campanhas e marketing etc. Administração ineficiente leva a tomada de decisões com base em dados incorretos, muitas vezes baseada em suposições. O “Google Analytics”, bem como o próprio Painel de Controle de seu sistema de e-commerce, são o ponto de partida no monitoramento e coleta de dados gerenciais.

8. Falha no Atendimento

A sua loja pode ser virtual, mas o seu cliente é real e necessita de um bom atendimento. O seu cliente tem o direito de saber exatamente o que esta acontecendo com o seu pedido de compra. O seu site e loja virtual precisa ter um bom canal de comunicação com o cliente e transmitir credibilidade.

A Wyse é uma agência de Marketing e Branding especializada no desenvolvimento de Lojas Virtuais. Entre os seus clientes encontra-se desde empresas tipo startups à empresas de grande porte. Agende uma reunião sem compromisso.

Veja o Perfil de Marcos Figueira

Confira o Programa e as datas dos seus próximos cursos na Fundação Getúlio Vargas – RJ

Posts Relacionados

A marca carioca Leeloo escolhe a Wyse para desenvolver a sua loja virtual

A marca mineira Reserva Natural escolhe a Wyse para desenvolver a sua Loja Virtual

A premiada designer carioca Cris Frazão escolhe a Wyse para desenvolver a sua Loja Virtual

 

Comente!