Google Tag Manager: o que é isso?

O Google Tag Manager é uma nova ferramenta gratuita do Google que promete a independência do pessoal de marketing do pessoal de TI.

Primeiramente é preciso esclarecer o que são TAGS

Tags são pequenos pedaços de código JavaScript que servem para uma infinidade de coisas. Tais códigos servem, por exemplo, para enviar e receber dados. Uma aplicação prática e indispensável de um tag JavaScript é integrar o web site a sistemas de oferecem estatísticas de acesso, como o Google Analytics ou sistemas de anúncios (links patrocinados) como o Google Adwords.

simplificando, ou tentando

Para que se possa analisar o trafego de um web site, por exemplo, é necessário que se edite o código-fonte de diversas páginas do web site e se inclua as “tags” específicas do Google Analytics. Somente assim é possível para o sistema saber quais páginas foram acessadas, a partir de onde, por quem, por quanto tempo etcetera.

Incluir essas tags (pedaços de código) não é uma tarefa simples para um analista ou gerente de marketing sem familiaridade com códigos HTML, JavaScript, PHP, etc… Na verdade é bom que se esclareça, essa tampouco é a sua função ou deva fazer parte do seu conjunto de conhecimentos. Ou seja, para se incluir um simples pedaço de código, como o do Google Analytics, em um web site era (ou é) necessário recorrer ao pessoal de TI, ou ao webmaster, ou ao pessoal que desenvolveu o web site ou à agência que cuida do marketing digital da sua empresa. Alguém tem que fazer isso!

O Google Tag Manager é, por assim dizer, um “consolidador” de tags diversas. O pessoal de marketing, ou o responsável pela administração e métricas do web site, pode criar tags a partir do Google Tag Manager que se encarregará de inserí-las nos lugares apropriados do web site. Tudo isso de forma automeatica e transparente.

Desse modo, pode-se criar tags para o Google Analytics, para o Google Adwords ou mesmo tags mais sofisticadas da Double-Click, de re-marketing ou de sistemas terceiros. Pelo menos assim promete o Google.

Antes de se animar muito, saiba que para que o Google Tag Manager funcione é preciso primeiramente integrá-lo ao seu web site ou loja virtual e, para isso, será necessário incluir essa tag em todas as páginas do site ou loja virtual. Só assim o Google Tag Manager poderá controlar as suas páginas. A boa notícia é que talvez essa seja a última vez que você dependa de TI para isso.

 

Comente!