marcas fortes vendem mais

construímos, fortalecemos e posicionamos marcas

Muitas pessoas confundem branding com logotipo. A identidade visual de uma organização é, sem dúvida, parte importante de um projeto de branding. Nós chamamos essa etapa de Brand Identity ou Identidade da Marca.

O branding é muito mais abrangente e engloba todos os pontos de contato entre o consumidor e a marca.

Branding é portanto uma atividade estratégica, de conceituação e planejamento. Vai muito além do logotipo ou da identidade visual da empresa.

O objetivo de um projeto integral de branding é alcançar uma posição única na mente e no coração do consumidor da marca. Isso é posicionamento de marca.

Branding

Branding

O que é Branding?

O Branding cuida de todos os pontos de contato entre um consumidor e uma marca.

Workshop de Branding e DNA da Marca

Uma dia de imersão com os gestores da empresa para definição do Branding e do DNA da Marca. O programa é desenvolvido de forma personalizada e é peça fundamental para nortear as futuras ações da empresa. Aborda temas como: Missão, Visão e Valores Propósito da Marca Arquétipo e Personalidade da Marca Matriz de Envolvimento

Workshop de Posicionamento da Marca

Uma dia de imersão com os gestores da empresa para definição do Posicionamento da Marca. O programa é desenvolvido de forma personalizada e aborda temas como: Promessa e Razão da Promessa Segmentação e Targeting Desenho de Personas Branding Voice Posicionamento

Workshop de Modelagem de Negócios

Uma ou mais sessões de imersão com os gestores da empresa para definição da modelagem do negócio. O programa aborda temas como: Modelo de Negócio Modelo de Receita(s) Plano de contingência e Expansão Estratégia e Gestão Estratégia de implantação (ponto/praça) Veja também: Workshop de E-commerce

Workshop de E-Commerce

Um dia de imersão com os gestores da empresa para definição da modelagem do e-commerce. O programa aborda temas como: Caraterísticas e necessidades Escolha da Plataforma Meios e Formas de Pagamento Gateways de Integração Mecanismos Anti-Fraude Logística e Logística Reversa Estrutura Operacional Estimativa de Custos de Implantação Pesquisas e Estudos de Marca A Wyse também desenvolve estudos diversos ou realiza e coordena Pesquisas de Mercado relacionadas.

Pesquisas de Diagnóstico de Marca

Plataforma de Marca Arquitetura de Marcas Focus Groups Pesquisas de Mercado Qualitativas Pesquisas de Mercado Quantitativas Workshops com diferentes Stakeholders da Empresa (colaboradores, clientes…)

Logotipia e Identidade Corporativa

A partir da definição do DNA da Marca e do seu Posicionamento pretendido, a Wyse pode desenvolver projetos simples ou sistemas completos de identidade. Logotipia ítens que compõem o Território da Marca Itens de papelaria institucional Material de PDV e Merchandising Sistemas de Sinalização Manual de Identidade Corporativa Brand Book

Branding

Branding é crucial na sua estratégia empresarial seja no curto, médio ou longo prazo. p>

Gestão de Redes Sociais para pequenas empresas

Similar às startups, as empresas de pequeno porte preferem uma gestão de mídias sociais com foco em resultados / performance e não somente em engajamento. A mensuração é um fator chave para o sucesso.

A wyse é uma empresa comprometida e focada em trazer resultados para sua empresa ou negócio através das redes sociais, fazendo uma gestão completa, envolvendo análise de perfil, prospecção de crescimento, publico alvo, persona e estrutura personalizada de conteúdo e layout.

Com base nos dois critérios de classificação mais citados pelos consumidorestipo de benefício em termos de prazo de execução (imediato ou futuro) e relação direta ou não com o produto em sichegou-se a uma matriz com quatro grupos de promoções de vendas.

Branding e o Marketing 4.0

Endomarketing: promove ações corporativas voltadas ao relacionamento com os colaboradores. Marketing de Relacionamento: são os canais de comunicação pós-venda. Também é utilizado nas relações com fornecedores e parceiros.

Marketing Esportivo: voltado ao patrocínio de equipes e realização de eventos esportivos. Marketing Político: promove a imagem de um político ou candidato junto ao seu eleitorado. Marketing Social: promove uma causa ou conceito para conscientizar e informar a população.

Uma investigação sobre o Instagram como uma ferramenta online para influenciar o comportamento do consumidor é necessária, pelo fato de serem ambientes de construção e manutenção do relacionamento social que influencia a sociedade contemporânea.

Ferramentas como o Google Trends são ótimas formas de criação de conteúdo para ajudá-lo na construção de sua marca de forma consistente e segura. O Google Analytics é, provavelmente, a ferramenta de monitoramento mais usada na internet hoje em dia.

De nada adianta oferecer diversas vantagens comerciais para o consumidor se, no fim, sua abordagem não é capaz de engajá-lo para a compra.

Meurer, A. M., Medeiros, J. F., Dal’maso, C. B., & Holz, G. (2010). Grupos de Referência e Tribos Urbanas: Um Estudo junto a Tribo “Emo”. Anais do Encontro De Marketing Da Anpad, Florianópolis, 1-17.

Minayo, M. C. de S. (Org.) (2001). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18. ed. Petrópolis: Vozes.

Minton, E. A., Cornwell, T. B, & Kahle, L. R. (2016). A theoretical review of consumer priming: Prospective theory, retrospective theory, and the affective–behavioral–cognitive model. Journal of Consumer Behaviour, J. Consumer Behav, 16(4), 1-14.

Branding e o Growth Marketing

Marketing não é apenas para empresas e organizações! Os conceitos de marketing podem ser aplicados também a pessoas, ou melhor, à sua marca pessoal. É como uma estratégia de marketing pessoal que você desenvolve e reforça a imagem que quer transmitir ao mundo sobre você mesmo, conforme os seus valores, princípios, características e habilidades.

Se você experimentar Coca-Cola em outros países, por exemplo, pode sentir sabores diferentes — isso porque alguns ingredientes (açúcar, por exemplo) variam conforme os ingredientes regionais e o gosto da população local.

A essência não se perde, mas a forma de se apresentar pode se adaptar para que a marca tenha mais aderência. Aí está o equilíbrio entre consistência e flexibilidade que falamos antes.

Forbes, L. P., & Vespoli, E. M. (2013). Does social media influence consumer buying behavior? An investigation of recommendations and purchases. Journal of Business & Economics Research, 11(2), 107-112.

A Wyse é uma consultoria boutique com um portfolio completo de serviços para acelerar o seu negócio. Oferecemos Modelagem de negócios, receita e processos.

Para os casos em que os vendedores forem se deslocar até os potenciais clientes, é bom que eles tenham algum material de apoio, como folders e catálogos. Se o processo for se desenrolar no ambiente online, uma apresentação bem elaborada pode ajudar muito nos contatos por email.

Kotler, P., & Keller, K. L. (2012). Administração de Marketing. (14th ed.). Pearson Education do Brasil.

Entenda a Diferença entre Branding e Gestão de Marca


Foi adotada uma perspectiva conceitual, onde uma revisão sistemática da literatura foi utilizada para organizar as disposições do ingroup e outgroup.

Entretantom, os autores propõem uma estrutura bidimensional que combina as perspectivas pró e anti das disposições.


A comunicação é fundamental para o sucesso profissional, pessoal ou das organizações e está presente em todo processo de marketing, que não se trata de uma função isolada dentro da empresa, mas, sim, um princípio norteador de trabalho e a cultura de uma consciência, que deve impregnar todos e cada um de seus sustentadores (stakeholders) e colaboradores, desde o presidente ao mais humilde funcionário.

Para entender melhor como uma empresa pode moldar Branding, as expectativas e memórias, vamos explorar alguns aspectos fundamentais do desenvolvimento da marca: personalidade, propósito, diretrizes e experiência.

Do ponto de vista das agências de comunicação corporativa, acredito que o PR vem desenvolvendo novos formatos.

Nosso campo de atividades se ampliou, a comunicação corporativa está em todos os ambientes, on e offline e as estratégias estão sendo reconhecidas em grandes prêmios, como é o caso de Cannes.

Assessment 360º

A Wyse atua de forma isenta e independente analisando todos os pontos de contato da jornada do consumidor.

Por originalmente trabalhar com os disseminadores de conteúdo como a imprensa, o PR sabe dizer com maior exatidão quais fatos e ativações vão cair na boca das pessoas e poderão repercutir.

Além disso, o PR tem a capacidade de estabelecer um contato baseado na troca de informações e conteúdo com os novos públicos disseminadores como influenciadores, microinfluenciadores de nicho e brand lovers – o que na CDN chamamos de RP 2.0.

Em seguida, uma marca deve manter um conjunto detalhado de padrões. Essas diretrizes, assim como a Gestão de Marcas, ajudam designers, profissionais de brand intelligence, web devs, gerentes de comunidade e apresentar uma visão unificada da marca ao público.

Outra campanha recente que representa bem o Marketing Digital no centro da estratégia é a ‘Reposter’, da F/Nazca Saatchi & Saatchi para Skol. Ressignifica toda a comunicação da categoria cerveja, explicita e rejeita a objetificação da mulher nas campanhas. Traduz brilhantemente os anseios de uma sociedade que não aceita mais comportamento tão machista.

Você nunca parou para se perguntar: como que a Coca-Cola ficou tão famosa? Como que os produtos da marca fazem tanto sucesso? Quem entende muito de marketing sabe tudo sobre o mercado, desde como se posicionar, conquistar clientes, entregar valor para públicos e, é claro, como gerar lucro e competitividade com tudo isso.

A ideia era oferecer os motoristas cadastrados para recolher doações de brinquedos dos passageiros – a 99 ficaria responsável por encaminhar os itens arrecadados para ONGs que trabalham com crianças e adolescentes em situação de risco.

Felizmente, uma abordagem consistente de Branding pode, até certo ponto, orientar e influenciar a experiência da marca.


As agências de Comunicação Corporativa, com as suas equipes multidisciplinares, já são reconhecidas nacionalmente e internacionalmente pelas estratégias e ações que vão muito além de ações de assessoria de imprensa. Aliás, hoje as agências se posicionam como comunicação corporativa.


A marca será B3, cujo design foi desenvolvido pelo GAD, que venceu concorrência em junho de 2016, da qual participaram DPZ&T, Dragon, Rouge e Interbrand, para devolver os apelos visuais e de branding da configuração que gerou um gigante global do mercado de capitais. A B3 ocupará o quinto lugar no ranking global de bolsas de valores, pelo critério de valor de mercado.

O Que é Marketing e como se relaciona com Branding?


Mas, com a era digital, um se cuida Latorraca vai bem. Os sites de reclamação como Reclame Aqui desconstruíram muito a pose de empresas que só olham para a carteira. Segundo o site, as principais categorias alvo de reclamações em 2016 foram as lojas virtuais, telefonia fixa e móvel, fabricantes de eletrodomésticos, eletrônicos e informática, com um total 12,253 milhões.


Usar o protesto como formato de comunicação é um benchmark de movimentos como “Occupy Wall Street”, nudes para chamar a atenção de problemas relacionados à intolerância, manifestações contra o comportamento “bigotry” do presidente norte-americano Donald Trump ou lutar contra a reforma da Previdência. “O Reclame Aqui é um hub de mensagens para colocar tudo no devido lugar.

Nem todas as mensagens de marketing são criadas igualmente.

As caixas são padronizadas para cada cliente. Depois, acondicionadas em uma embalagem padrão da GoBox. Usamos a infraestrutura da Abril que já vende assinaturas há mais de 40 anos. Veja tem mais 780 mil assinantes e no total a Abril tem 3,4 milhões de assinantes.

O sistema Abril Big Data tem mais de 40 milhões de nomes cadastrados. A logística faz manuseio de 770 milhões de itens por ano por meio da Total Express. E as embalagens são impressas no nosso parque gráfico”, explica Marcos Figueira da Wyse Brasil.

Branding e o Marketing 3.0

Define do valor a ser cobrado por um produto ou serviço. O preço precisa ser atraente ao consumidor, respeitar os parâmetros da concorrência e, ao mesmo tempo, garantir receita suficiente para quem fornece o produto ou presta aquele serviço.

Não é trabalho de celebridade

Influenciador e celebridade são coisas diferentes. Celebridade é aspiracional. Influenciador além de aspiracional é parça. Use isso em favor de sua marca. Mescle os nomes e considere o poder de engajamento como métrica número um. Não adianta só ter uma grande base de audiência. Tem que engajar. Compartilhamento vale muito mais que curtida.

Você acha exagero tudo isso? Pense comigo: Lembra que antigamente o discurso era “a mágica das redes sociais está revolucionando a Comunicação, porque posts são muito mais confiáveis do que a mídia tradicional, uma vez que a opinião espontânea é muito mais crível”.

Você é o dono do seu marketing


Mas o grande hit, manchete do momento que passou todos os assuntos nas redes sociais e veículos de massa é o “Pokémon Go”. Não vou me estender. Mas é graças as histórias de Pokémon e o novo Pokémon Go que as ações da Nintendo dispararam no dia 11 de julho, gerando um incremento ao valor de mercado da companhia de US$ 7,5 bilhões em apenas dois dias. As histórias estão presentes em todas as formas de arte. E de negócios. Bons negócios aliás.

O marketing é uma ferramenta essencial para criar Branding e conscientização sobre o produto, conquistar novos clientes e atingir metas importantes de vendas.

As empresas não são apenas máquinas, processos e tecnologia, mas sobretudo pessoas, que possuem inteligência para processar conhecimentos de maneira racional e emocional transformando-os em competências para o desenvolvimento do seu trabalho. Mas há uma questão essencial que é a responsabilidade social da organização em relação ao meio ambiente e comunidade em que atua.

De acordo com o que foi apurado, o investimento em comunicação em relação à receita líquida é de 5% a 15% para 79% das empresas que participaram do estudo; 16% das respondentes informaram que investem de 16% a 25% e 5% das companhias direciona de 26% a 35% do montante para comunicação. Mais de 36% das empresas não investe no setor.

O dirigente da Kantar Vermeer Brasil, porém, considerou mais grave o ROI não ser compreendido pelos gestores financeiros, afinal, saber a rentabilidade de cada centavo aplicado é um desejo comum, mas ainda trafega no território da utopia.

A tecnologia já é importante no live marketing. Nosso mercado é sem limites e formatos. Usamos muito em eventos, promoções, incentivo e nas ações digitais. Hoje qualquer ação de live marketing já está inserida no mundo digital. Temos que falar cada vez mais com um número maior de pessoas. As marcas precisam viralizar suas mensagens em grande escala. Temos de enxergar que estamos no melhor e maior momento de nosso mercado. Mas é fundamental entender que a comunicação é uma só e temos que nos preparar para entregar a ferramenta certa para cada objetivo. Temos que pensar sempre no cliente.

Branding

Branding é crucial na sua estratégia empresarial seja no curto, médio ou longo prazo. p>

Gestão de Redes Sociais para pequenas empresas

Similar às startups, as empresas de pequeno porte preferem uma gestão de mídias sociais com foco em resultados / performance e não somente em engajamento. A mensuração é um fator chave para o sucesso.

A wyse é uma empresa comprometida e focada em trazer resultados para sua empresa ou negócio através das redes sociais, fazendo uma gestão completa, envolvendo análise de perfil, prospecção de crescimento, publico alvo, persona e estrutura personalizada de conteúdo e layout.

Os resultados indicam que os gestores de marca devem promover uma comunicação de marca abrangente e atraente, a fim de aumentar o conhecimento da marca e associações positivas, sempre buscando maximizar o valor da marca. O foco deve estar na criação de um alinhamento entre a imagem da marca e o perfil do consumidor, pois é importante que o consumidor se identifique com a imagem que a marca promove.

Branding e o Marketing 4.0

A criação do anúncio, adequado às diferentes mídias, e o acompanhamento de sua veiculação, são ações da área de Publicidade. Já o Marketing avalia o retorno desse anúncio publicitário, o peso do produto no mix de vendas da empresa, a satisfação dos clientes e as datas dos próximos lançamentos, entre outros aspectos que acontecem antes, durante e depois da atuação da Publicidade.

Se o Marketing 3.0 surgiu na era da internet, o 4.0 é marcado pela economia digital. A conectividade transformou a sociedade tão profundamente a sociedade que Kotler identificou o surgimento de uma nova era, que ele falou sobre no livro “Marketing 4.0: Moving from Tradicional do Digital”, de 2016.

Damayanti, E., & Pamungkas, I. N. A. (2018). Digital marketing content through warteg hipster instagram as efforts to build brand awareness. e-Proceeding of Management, 5(1), 1333-1340.

Dijksterhuis, A., Smith, P. K., Baaren, R.B., Vwigboldus, D. H. J. (2006). The unconscious consumer: effects of environment on consumer behavior. Journal of Consumer Psychology, 15(3), 193–202.
Di Pietro, L., Pantano, E. (2012). An empirical investigation of social network influence on consumer purchasing decision: The case of Facebook. Journal of Direct, Data and Digital Marketing Practice, 14(1), 18-29.

Djafarova, E., & Rushworth, C. (2017). Exploring the credibility of online celebrities’ Instagram profiles in influencing the purchase decisions of young female users. Computers in Human Behavior, 68(1), 1-7.

Fazio, R. H., Sanbonmatsu, D. M., Powell, M. C., & Kardes, F. R. (1986). On the Automatic Activation of Attitudes. Journal of Personality and Social Psychology, 50(2), 229-238.

Branding

Em um mundo altamente conectado, usar a Branding para ficar próximo do público é fundamental para qualquer negócio. A gestão profissional do seu negócios e das suas Redes Sociais é a forma como trabalhamos para entregar resultados formidáveis.

Pacheco Junior, J. C. S., Damacena, C., & Bronzatti, R. (2015). Pré-ativação: o efeito priming nos estudos sobre o comportamento do consumidor. Estudos e Pesquisas em Psicologia, 15(1), 284-309.

Branding e o Growth Marketing

As estratégias que ele abrange focam em engajar os colaboradores de uma empresa e gerar valor para eles, ao criar um ambiente de trabalho mais agradável e motivador. A Tetra Pak tem um ótimo exemplo de endomarketing.

A gestão global da marca agrupa estratégias de países por semelhança, como a maturidade do mercado (emergente, desenvolvido, subdesenvolvido) e o contexto competitivo (se a marca é líder ou desafiante), sem deixar de manter elementos em comum em todas as regiões.

Gannon, V. & Prothero, A. (2018). Beauty bloggers and YouTubers as a community of practice. Journal of Marketing Management, 34(7-8), 592-619.


Desenvolvimento Web, Apps

Desenvolvimento de websites, landing pages, e-commerce e aplicativos em HTML5, Android e IOs. Use o email marketing para enviar esse convite e monitore quais pessoas clicaram no CTA (call to action) da mensagem. Assim, você pode enviar informações adicionais e até mesmo convidar o prospect a agendar uma conversa com um consultor.

O estudo espera contribuir para que os profissionais de marketing considerem os blogs como importante ferramenta de divulgação de novos produtos, estímulo ao consumo ou até como fonte de obtenção de customer insights, identificando, também, o perfil das consumidoras mais influenciáveis pela ferramenta.

Para fazer cada coisa na hora certa, aqui está um guia para que você entenda a diferença entre branding e marketing.

No caso das empresas globais, elas precisam mostrar o seu valor e se adaptar a cada região em que querem atuar, sem perder a sua identidade e seus valores. Complexo, não é? Mas nada que uma boa gestão de branding internacional não resolva.

Global branding é a gestão de uma marca em diferentes regiões do mundo, com o objetivo de aumentar sua força e reconhecimento nos mercados em que atua. Essa estratégia também pode ser chamada de branding global ou branding internacional.

Os resultados apontaram um grande poder explicativo85%, sendo os constructos Desordem, Relevância, Invasão e Credibilidade os principais preditores do comportamento de rejeição.

O objetivo de um projeto integral de Branding é alcançar uma posição única na mente e no coração do consumidor da marca.

No fim do milênio passado, Don Schultz, notável por seus trabalhos ligados à comunicação integrada de marketing, ensinava que tudo comunica, afirmando que o “ponto de contato com o consumidor é qualquer experiência portadora de informação que um cliente ativo ou potencial tem com a marca, a categoria do produto ou o mercado que se relacione com o produto ou serviço do anunciante”.

O importante a lembrar sobre a personalidade da marca é que ela é bem-sucedida quando influenciada pela base de clientes. Isso garante que a personalidade da sua marca seja memorável e única, assim como Branding, quando comparada aos concorrente


Branding é a nossa praia

O design estratégico busca o alinhamento ao posicionamento pretendido pela empresa ou marca. O objetivo final é a geração de valor (brand equity).

E isso movia um dinheiro imaginário, ou o ad value. Hoje, se fala em posicionamento de marca e awareness como valores reais e isso é tão relevante que chega a mover o ponteiro de vendas/consumo.

PR é quando fazemos os outros falarem da nossa marca. Em um mundo hiperconectado, onde o on demand substitui o broadcast e a estratégia do “tiro de canhão” – muito usada pela publicidade com grandes anúncios e campanhas – perde relevância, o trabalho de relacionamento e geração de conteúdo focado ganha espaço.

Quando usada consistentemente, Branding e uma declaração de missão forte e consistente ajuda a sua marca a definir uma presença de mercado e uma proposta de valor únicas em que os clientes acreditam.

Não basta apenas criar uma campanha e distribuí-la para os veículos de imprensa; é preciso criá-la de maneira que seja desejável para esses canais e, mais do que isso, para sua audiência. É preciso que esse conteúdo, depois de noticiado – ou enquanto noticiado –, seja compartilhado e vire assunto socialmente.

Mas pudemos observar que para entender o que é marketing: as necessidades do cliente. Elas são inerentes ao ser humano, não é o marketing que as cria. Porém, quem faz marketing, essa atividade deve saber perceber as carências do seu público e como despertar o desejo para supri-las.

As ações foram sendo pensadas e os resultados obtidos. O desafio foi transformar a marca em cool, trendy e democrática; gerar boca a boca online e offline para a campanha ‘Find Your Magic’ entre jornalistas e digital influencers, conversando com todos os perfis do sexo masculino. Foi um marco no posicionamento global de AXE que, até então, era conhecida por suas campanhas machistas em que subentendia-se que o homem que usasse o produto conseguiria qualquer mulher que quisesse.

As diretrizes da marca, assim como Branding, também podem ajudar a definir aspectos da voz de uma marca, incluindo o tom. Se você quer que sua marca pareça divertida e informativa, você deve evitar o uso de termos complexos ou palavras intimidadoras.

Somente assim conseguiremos ter mais importância no processo de construção das marcas. De 3 anos pra cá, tenho percebido uma evolução positiva, vejo que grandes players do mercado estão mudando o modelo de negócios e, principalmente, que os clientes começando a perceber que podem fazer mais através do PR.

Em 1950, Peter Drucker, pai da administração moderna divulgou o marketing como uma real força de venda, principalmente através de processos de Branding e encantamento do consumidor, e logo caiu no gosto dos empreendedores.

O correto é que as nossas arenas de comunicação tradicionais continuam tradicionais. Já haviam atinado há 15 ou 20 anos que estávamos passando por um processo de transformação veloz, que o cenário mudaria por completo.

Marcos Figueira, sócio da Wyse, sabia disso; Marcia Beradinelli sabia disso; a família toda sabia disso. Que o jeito de divulgar com sucesso uma roupa, um modo de vida, as ideias de um candidato, um snack ou um sabonete passaria por uma revolução de linguagem e formato.

É uma área enorme de conhecimento que envolve Branding em muitas atividades e processos. Para entender o marketing de uma maneira mais concreta, considere os três principais objetivos do marketing (e como cada um se relaciona com o branding).

Mas, com a era digital, um se cuida Latorraca vai bem. Os sites de reclamação como Reclame Aqui desconstruíram muito a pose de empresas que só olham para a carteira. Segundo o site, as principais categorias alvo de reclamações em 2016 foram as lojas virtuais, telefonia fixa e móvel, fabricantes de eletrodomésticos, eletrônicos e informática, com um total 12,253 milhões.

Com isso, o marketing passou a reconhecer que eles têm necessidades e desejos diferentes, que os seus produtos podem suprir. A partir daí que surge a noção da segmentação de mercado. O papel da tarefa é criar os grupos de consumidores, com perfis e interesses em comum e definir um público-alvo, nos quais as estratégias vão mirar o Branding.

No entanto, para obter sucesso em datas de grande movimentação, é muito importante estar atento à qualidade do atendimento da empresa ao consumidor. O serviço de atendimento ao consumidor evoluiu muito nos últimos anos. Atualmente, existe o “SAC 2.0”, que traz soluções adequadas a esta realidade online em que estamos inseridos.

O marketing digital de sucesso deve ser informativo. Branding deve ser influente e confiável. Por que? Porque mensagens de marketing desequilibradas muitas vezes deturpam uma marca, resultando em inconsistências no que uma empresa representa.

As caixas são padronizadas para cada cliente. Depois, acondicionadas em uma embalagem padrão da GoBox. Usamos a infraestrutura da Abril que já vende assinaturas há mais de 40 anos. Veja tem mais 780 mil assinantes e no total a Abril tem 3,4 milhões de assinantes.

O sistema Abril Big Data tem mais de 40 milhões de nomes cadastrados. A logística faz manuseio de 770 milhões de itens por ano por meio da Total Express. E as embalagens são impressas no nosso parque gráfico”, explica Marcos Figueira da Wyse Brasil.

Branding e o Marketing 3.0

É preciso conhecer a fundo as necessidades do consumidor para desenvolver um produto ou serviço que satisfaça seus desejos e se destaque entre os concorrentes. São as estratégias de divulgação de um produto ou serviço. O planejamento de Marketing precisa definir as campanhas, a periodicidade, as ferramentas e os meios de comunicação adequados para atingir o público-alvo.

Foi neste contexto e com o que aprendemos nos últimos dois anos que criamos essas dez dicas. Sem nenhuma pretensão de serem definitivas ou precisas em 100% dos casos. Apenas food for thought. Que ao menos sirva para desmistificar a forma de trabalhar com influenciadores, respeitando principalmente o que eles já construíram: a confiança de seus fãs e seguidores.

Essas marcas sempre ouvem seus clientes e utilizam com proeza Branding. Desse modo, permitem que suas expectativas e valores definam a posição de sua marca. Mais tarde, eles constroem campanhas de mercado para transmitir esses valores

Veja que há ciência por trás do storytelling, e sabe como isso ocorre? O professor de biologia molecular Dr. John Medina, em seu livro Brain Rules explica de uma forma simples e prática ao que prestamos atenção e suas principais razões. Uma delas é que boas emoções liberam a oxitocina, a um hormônio produzido pelo hipotálamo e armazenado na neurohipófise posterior, que tem a função de promover apego e empatia entre pessoas e produzir parte do prazer do “orgasmo”.

Porém, para enviar mensagens consistentes e relacionáveis, Branding precisa de uma marca forte para se sustentar.

Entender a diferença entre Branding e digitalização é a chave para moldar uma estratégia de marketing voltada para a marca que gera resultados.

Em geral, primeiro vem a ideia, que surge de um insight sobre o comportamento das pessoas. A forma de se resolver esse problema, muitas vezes, é por meio da tecnologia. Por isso, acreditamos muito em trabalhos concebidos por grupos multidisciplinares, que não estão na sala representando apenas as suas áreas. São equipes inteiras concentradas em aproveitar uma oportunidade ou resolver um problema das pessoas.

As marcas continuarão controlando e gerenciando os dados de seus clientes, mas deve haver uma convergência cada vez maior, dentro da qual as agências podem desempenhar seu papel, entre a atividade de mídia nos vários canais, tanto online quanto offline, junto com dados de transação e de CRM. As marcas mais sofisticadas podem e vão trazer isso para dentro da empresa, mas as grandes agências ainda poderão ajudar a relacionar os insights das atividades de mídia com os insights das transações.

No terceiro painel, para apresentar os atuais e os futuros caminhos que o conteúdo irá trilhar, Bruno Belardo, diretor de estratégia de marca da Buzzfeed Brasil, abriu destacando os features da empresa e contando que ela está em 10 países produzindo conteúdo. Entre os grandes sucessos de engajamento da plataforma estão a denúncia de entrega de jogos de tênis – furo feito com a BBC de Londres – e do vestido que, para alguns era azul e preto e, para outros, branco e dourado, este com 82 milhões de views em 24 horas.

branding ou marketing?

De forma simples, branding é quem você é e marketing é como você atrai a atenção do seu consumidor e gera demanda.

Branding é a sua estratégia, enquanto marketing engloba os seus objetivos e metas táticas. Você precisa dos dois atuando de forma integrada. E nós podemos ajudar.

como podemos ajudar

A wyse atua em todas as etapas do branding, do planejamento inicial – ou brand strategy, naming, brand identity, e além.

brand strategy

ou Estratégia de Marca. É nessa fase que mapeamos e moldamos o DNA da marca. Buscamos a definição do nosso porquê, o nosso propósito de marca. Por meio da metodologia de workshops personalizados a wyse e os fundadores ou gestores da empresa fazem um mergulho profundo para moldar a alma da marca.

A metodologia exclusiva da wyse foi desenvolvida ao longo de mais de vinte anos e segue os padrões das melhores consultorias internacionais. Oferecemos workshops para a definição do DNA da marca, modelagem de negócio e receita, desenho de buyer personas, segmentação, targeting, posicionamento, storytelling e e-commerce. Saiba mais

A wyse pode conduzir pesquisas qualitativas tipo focus group, de clima organizacional, mapeamento de concorrência e ainda pesquisas quantitativas diversas para a identificação de imagem de marca (inclusive utilizando etnografia online), share of mind, etcetera.

naming

O nome da empresa ou marca deve refletir o seu DNA, propósito e posicionamento pretendidos. Deve ainda estar alinhado ao público e objetivos que se deseja atingir, de forma orgânica e fluida. É ainda fundamental considerar questões de direitos autorais, concorrenciais e de mercado. A wyse pode ajudar a sua empresa a encontrar o nome perfeito para a sua marca.

brand identity

Essa fase é onde o projeto de branding ganha uma cara. É o lado tangível da marca. A identidade da marca vai além do logo e inclui a definição do que chamamos de território da marca: cores e tipologia institucionais, padronagem gráfica, padronização de fotos, planejamento de aplicações da marca em diferentes suportes. Tudo contemplado e definido em um manual de utilização da marca: Brand Guidelines.

e agora, acabou?

A construção de uma marca de de sua reputação é um processo contínuo de cuidar e aprimorar todos os pontos de contato entre o consumidor e a marca. A wyse pode seguir ajudando a sua empresa em cada etapa de vida do seu negócio como a estruturação do seu e-commerce, gestão de mídias sociais, gestão de conteúdo, SEO – ou posicionamento em motores de busca (Google etc) e finalmente a aceleração do seu negócio por meio de campanhas de marketing digital segmentadas de forma precisa para as suas buyer personas. Você pode ler mais sobre isso em outras seções do nosso website.

você pode gostar de ler…

qual a diferença entre branding e marketing?

o que é propósito de marca?

o que é brand equity?

Referências
Brand Identity